Indústria 4.0 – O que muda na manutenção?

A tecnologia está em avanço e a cada dia o conceito de indústria 4.0 ganha mais força em todas as áreas do mercado. As três primeiras revoluções industriais permitiram a produção em massa, as linhas de montagem, a eletricidade e a tecnologia da informação. A quarta gera um impacto muito mais profundo, pois se caracteriza por um conjunto de tecnologias que faz a fusão do mundo físico, digital e biológico. Mas qual o impacto da indústria 4.0 na manutenção? Confira no artigo a seguir.

Indústria 4.0: o que é? 

Foi na Feira de Hanover, em 2011, que o termo Indústria 4.0 foi utilizado pela primeira vez. Na época, era uma forma de nomear as mudanças ocorridas nos processos industriais por meio da tecnologia e informatização. Aliás, trata-se de um conceito de indústria que engloba as principais inovações tecnológicas das áreas de automação, controle e tecnologia aplicadas aos processos da manufatura.

Em resumo, a Indústria 4.0 significa o aumento das tecnologias na indústria de transformação, com máquinas e equipamentos totalmente integrados em redes de internet. Com isso, o gerenciamento dos processos passa a ser mais simples e em tempo real, permitindo o acesso de qualquer local.

Entretanto, segundo informações da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), cerca de 43% das empresas ainda não identificam tecnologias digitais como fatores impulsionadores da indústria. Isso porque, o alto custo de implantação, a dificuldade do retorno de investimento, a estrutura e a nova cultura acabam gerando grandes desafios para a adoção destas tecnologias na manufatura.

Os princípios da indústria 4.0 

A Indústria 4.0 conta com funcionalidades que permitem coletar e analisar dados das máquinas. Com isso, os processos ficam mais ágeis e eficientes, melhorando a produção e consequentemente reduzindo custos. Entretanto, para a sua implantação é necessário conhecer e aplicar os seis princípios da indústria 4.0 que determinam os sistemas de produção inteligente. Confira!

1. Interoperabilidade 

A interoperabilidade trata da capacidade dos sistemas em se conectar com outros sistemas. Em resumo, o contato entre os colaboradores responsáveis pela produtividade e os equipamentos usados no processo se torna possível através da Internet das Coisas e um sistema de gestão, como o ERP, por exemplo. Com isso, é possível coletar dados que podem ser utilizados por uma cadeia de valor da empresa.

2. Modularidade 

Com a Indústria 4.0 é possível planejar a manufatura em módulos, ou seja, com uma produção mais centrada na personalização. Em resumo, a fabricação pode ser feita de acordo com a demanda, acoplamento e desacoplamento de módulos na produção. Isso traz muito mais flexibilidade para modificar as demandas dos equipamentos com muita facilidade. Com isso, também é possível economizar mais e melhorar a produção.

3. Descentralização 

Esse é um dos princípios da quarta revolução mais aguardado pelo mercado, pois ele será capaz de diminuir os erros e os custos. Aliás, as tecnologias envolvidas nos processos de produção de uma empresa já adaptada para a Indústria 4.0, permitem que os sistemas tenham autonomia para tomar decisões de acordo com as necessidades da manufatura. Nesse processo, as ferramentas eletrônicas sabem exatamente o que fazer por meio de análises baseadas em Machine Learning.

4. Orientação a Serviço 

Esse princípio refere-se à conexão de humanos e máquinas para a realização de determinadas tarefas. Esse conceito também visa que as aplicações usadas possam ser disponibilizadas como uma espécie de serviço. A vantagem é padronizar métodos e processos, para que as práticas sejam seguidas com mais facilidade e critério, conforme o planejamento.

5. Capacidade em tempo real

Esse princípio é fundamental, pois trata-se da capacidade de reagir aos acontecimentos da cadeia de valor em tempo real. A soma do uso de dados e um sistema de gestão, ou seja, usar a Internet das Coisas a favor da sua empresa permite controlar e analisar em tempo real tudo o que é necessário para a tomada de decisão. Além disso, torna conhecidos todas as etapas e o desenvolvimento de cada processo.

6. Virtualização 

A virtualização é um princípio que permite que as informações sejam compiladas. Para isso, é necessário ter uma equipe capacitada em análises de dados, de modo que as informações coletadas sejam um diferencial para a manufatura, gerando também competitividade no mercado.

Indústria 4.0 na manutenção: entenda a relação 

Com a chegada da Indústria 4.0 na manutenção, os processos evoluíram. Ou seja, o termo preventivo passou a ser preditivo, afinal, as novas tecnologias permitem identificar fontes de potenciais falhas a fim de tomar providências antes que elas ocorram.

As mudanças que a quarta revolução industrial trouxe têm um impacto direto nos processos e na forma que os produtos são fabricados. O impacto da Indústria 4.0 na manutenção de ativos é feita através de soluções, que possibilitam que o gerenciamento nos sistemas de produção se tornem mais simples. Assim, é possível ter uma maior capacidade de operação e planejamento.

Com isso, se torna mais simples identificar as causas dos erros e evitá-los antes mesmo que eles ocorram. A Indústria 4.0 na manutenção tem como premissa analisar os indicadores de desempenho e prever as causas das falhas e depreciação dos equipamentos. Nesse processo, as técnicas de análise de risco são bastante utilizadas.

Dados acessíveis de qualquer lugar

A dinâmica da manutenção na quarta revolução é totalmente nova e une os conceitos de manutenção preventiva e preditiva ao monitoramento inteligente. Isso tudo é integrado ao acesso online e em tempo real das informações da cadeia produtiva. Assim, o profissional consegue acessar os dados de qualquer fábrica, independentemente de onde ela esteja localizada, podendo ser até em unidades de diferentes países, por exemplo.

Essas informações podem ser importantes para uma tomada de decisão rápida e assertiva. Assim, é possível que a área da manutenção tenha cada vez mais uma estratégia aplicada aos processos, aumentando a produtividade na organização e reduzindo prejuízos por máquinas paradas.

Por exemplo, se houver uma falha iminente nos componentes de uma máquina, o profissional consegue verificar exatamente qual equipamento está com problema e a posição exata da ocorrência. Também é possível gerar gráficos por meio de um software integrado, facilitando o estudo da origem da falha e o comportamento do problema. A Indústria 4.0 na manutenção também permite que os sistemas estejam interligados proporcionando maior controle dos processos.

As soluções da Indústria 4.0 a favor da manutenção 

Já percebemos o quanto a Indústria 4.0 impacta na manutenção preditiva. Aliás, a indústria precisa ser altamente eficaz em seus processos para atender às inúmeras demandas, ou seja, precisam cumprir cronogramas rígidos de fornecimento. Qualquer falha pode interferir na cadeia produtiva.

Nesse sentido, as tecnologias trazem novos recursos para aprimorar a manutenção preditiva e torná-la mais eficiente, econômica e precisa. Mas, para isso, é necessário utilizar diferentes soluções tecnológicas, que permitem oferecer dados para suporte operacional e informativo. Dados esses que são altamente essenciais para a atuação dos gestores e equipes da manutenção.

Machine Learning 

A Indústria 4.0 na manutenção trabalha com Machine Learning atrelada à inteligência artificial e traz um conceito elementar para a indústria moderna. Aplicar essa realidade aos equipamentos é muito mais simples na atualidade.

Os recursos da tecnologia e automação permitem essa implementação com mais praticidade para os profissionais. Com o Machine Learning é possível programar e gerenciar grandes indústrias,  organizando as demandas e rotinas dos profissionais de manutenção.

Big Data 

Já falamos sobre o quanto os dados são importantes e como eles podem ser utilizados por meio da Indústria 4.0 na manutenção. Nesta era, eles são itens altamente importantes, pois permitem controlar as metodologias e sistemas de gestão de forma estratégica. Assim, o Big Data se torna indispensável na manutenção preditiva.

Através do Big Data, as informações coletadas em relação a falhas, manutenção e reparos se tornam uma ferramenta importante para fornecer um panorama da performance dos equipamentos. Além disso, com esses dados em mãos é possível substituir qualquer equipamento facilmente e até mesmo ter uma tomada de decisão rápida e certeira, caso seja necessário.

IOT (Internet das coisas) 

A Internet das Coisas está cada vez mais presente nos processos de produção industrial e é uma grande aliada da manutenção preditiva. Afinal o setor produtivo tem se transformado com a implantação de novas tecnologias, com sensores e compartilhamento de dados. Com a IOT, geralmente são aplicadas três frentes da tecnologia na indústria, como computação orientada por sensor, análise industrial e aplicação de máquinas inteligentes.

Dados que antigamente eram inacessíveis, passam a fazer parte do dia a dia do planejamento industrial. Com isso, é possível criar novas fontes de receita e explorar as capacidades das frentes implementadas com a Indústria 4.0 na manutenção. Além disso, qualquer falha é identificada rapidamente e comunicada às equipes responsáveis, permitindo uma ação antecipada.

E você, gostou de saber mais como a Indústria 4.0 está impactando positivamente na manutenção? Saiba também que a Nalbetech pode levar a sua empresa a um nível elevado nesse sentido, trazendo as melhores soluções tecnológicas. Deseja conhecer mais a respeito? Entre em contato conosco.

 

 

SAN Mobile – A Mobilidade chegou na Manutenção Empresarial

Recentemente o uso de dispositivos mobile aliados a aplicativos vem ganhando espaço nas atividades empresariais. Esse tipo de solução aliada com tecnologia tem chamado cada vez mais a atenção dos gestores de manutenção, que por sua vez desejam obter uma maior eficiência operacional e consequente redução de custos de manutenção. São tempos difíceis, com poucos recursos a disposição e por isso tona-se necessário conseguir fazer mais com menos.

A mobilidade para gestão da manutenção, já é realidade e está disponível para ser utilizada e aproveitada. Por isso, no post a seguir, abordaremos um pouco dessa solução e quais vantagens sua empresa pode ter ao adotá-la. Continue lendo!

Solução

Para quem já tem o SAP – PM – Manutenção da Planta implantado em sua empresa, percebe que falta algo a mais para potencializar a ferramenta e conseguir obter melhores resultados. Seguindo essa premissa, o SAN Mobile, aplicativo mobile desenvolvido pela Nalbatech, veio para turbinar seu ERP no que tange a Mobilidade na Manutenção da Planta.

 

Funcionalidades

Diversas funcionalidades do SAP PM foram transferidas para o aplicativo, permitindo o acesso em qualquer localidade da empresa, mesmo em situações onde não se tenha conexão ON-Line, visto que uma das principais vantagens do aplicativo é permitir trabalhar de forma Off-Line.

Tela – Menu SAN Mobile

Através do SAN Mobile, a empresa ganha velocidade no acesso às informações, permitindo ao Técnico de Manutenção acessar diversas informações como: Notas, Ordens, Equipamentos, Locais de Instalação, Características, Garantias, Documentos de Medição, Confirmação de Horas Individual e Coletiva, além de poder criar e visualizar Anexos.

A ideia é ir agregando mais funcionalidades, de forma prática e simples, sempre buscando por um produto de valor agregado, que possa realmente potencializar as funcionalidades do SAP PM.

Funcionalidades SAN Mobile

Usabilidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SAN Mobile foi dimensionado para ser utilizado em qualquer segmento. Com poucas customizações ele é adaptado para a sua empresa, preservando todas as regras de negócios existentes no SAP, sejam elas standards ou customizadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diagrama


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sustentabilidade

Com o SAN Mobile, o PCM não precisa mais imprimir aquela quantidade enorme de Ordens de Serviços. Tudo fica disponível no dispositivo móvel do Técnico e pode ser acessado a qualquer momento e em qualquer lugar. E caso esteja OFF-Line, todas alterações realizadas no aplicativo serão sincronizadas com o SAP PM, quando estiver ON-Line.

Segurança e Garantia

Quando o Técnico for executar uma Ordem de Serviço, o SAN Mobile, alerta sobre as condições de segurança que o Local tem, como riscos de eletricidade, de altura, espaços confinados, etc. Além disso, também são exibidas informações de Garantias atribuídas aos Equipamentos.

Contato

Caso queira conhecer mais sobre o SAN Mobile, entre em contato conosco e agenda uma visita.

Colaboração: Adalberto Palmieri – Consultor SAP 

 

Nalbatech discute a Indústria 4.0 no CIO SAB e no Business Technology Innovation

Empresa é um dos destaques nos eventos para a Indústria 4.0, com apresentação sobre plataforma para automatização de processos de manutenção.

 

Francisco Bernabeu, CEO da Nalbatech, participará de dois eventos promovidos pela EBDI, com foco em indústria 4.0. Nos dias 18 e 19 de setembro, o executivo estará no Villa Bisutti – Casa do Ator, em São Paulo, onde participará de uma sessão, no dia 19 às 10h30, para falar sobre a automatização de processos de manutenção. O evento tem como proposta discutir como construir uma operação sustentável, visando contribuir para a mudança e evolução do parque industrial brasileiro.

 

Na semana seguinte, Francisco Bernabeu participará, entre os dias 25, 26 e 27 de setembro, do CIO SAB 2019, no interior de São Paulo. A proposta deste evento é Back To Basic – Desconstruir para evoluir abordando a importância do parceiro de negócios e como ele poderá contribuir no cumprimento de metas estabelecidas no planejamento estratégico.

 

Um dos pontos a serem abordados pela empresa durante os eventos, será a utilização do SAN Mobile para automatização dos processos de manutenção de acordo com a indústria 4.0.

 

Sobre a Nalbatech

Fundada em 2010, empresa multinacional com sede em São Paulo, atua na área de tecnologia, com a missão de quebrar o paradigma de complexidade que envolve soluções de TI, oferecendo soluções de alta performance, flexibilidade e custo adequados.

 

Nalbatech amplia debate sobre a Indústria 4.0 no SAP NOW Brasil

Com o intuito de debater sobre inovações da Indústria 4.0, a Nalbatech, participa da edição 2019 do SAP NOW Brasil, evento antes denominado SAP Fórum.

 

O SAP NOW Brasil acontecerá nos dias 11 e 12 de setembro no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Na oportunidade, a Nalbatech apresentará aos visitantes os benefícios de uma plataforma de automação para processos de manutenção, o SAN Mobile.

 

Com a oferta, empresas de todos os portes e segmentos podem transformar seus processos, minimizando erros e tornando os dados confiáveis.

 

Em um espaço para palestras, a Nalbatech receberá os visitantes, para apresentações rápidas no dia 11/09, às 11h30 e às 12h10 e no dia 12/09, às 11h30 e às 16h30. Durante as apresentações, Francisco Bernabeu, CEO da Nalbatech, trocará experiencias sobre como ele enxerga o mercado e como a solução da empresa automatiza de forma simples e segura com o SAP PM.

 

Quer participar do evento? Inscreva-se agora mesmo no link: https://bit.ly/SAPNOWBRASIL


Nalbatech no SAP NOW Brasil